Doutro lado, tem sido frequente os pais pensarem que os seus filhos foram levados para a homossexualidade por outras pessoas, já que é do senso comum pensar-se que os homossexuais desorientam as outras pessoas. Na verdade, o seu filho pode estar a enfrentar o fim de toda uma etapa em que se tenha sentido "diferente", isto é, de auto-descoberta, onde ninguém o converteu à homossexualidade. Trata-se de algo que vem da própria história de vida do seu filho.

Assim, seria importante que o pai, após o seu filho confiar-lhe esta verdade, orientasse os seus sentimentos e pensamentos no sentido de dar significado a esta forma de reforço de confiança e amor que ele ou ela deposita em si, ao revelar-lhe ser gay ou lésbica. Com o tempo, isto levá-lo-á a ajudar aos outros pais a compreenderem que não faz diferença saber porque o seu filho é gay para lhe prestar apoio e amor.




Como dizer à família, aos amigos e aos vizinhos que o nosso filho é homossexual?

Devido à força inibidora das práticas sociais homofóbicas ou anti-gay, de certeza que poucos pais não imaginam a possibilidade do impacto positivo da sua postura em favor do seu filho homossexual, caso decidam "sair do armário". Cada um de nós pode ser o ponto de viragem nesta luta, de tal forma que, ao invés de afastar, poderia aproximar posições, através de um diálogo informador e reformador de atitudes estabelecido entre si e o resto da sua família e comunidade.

Será que o meu filho vai constituir uma família?

Ainda não existe o reconhecimento do casamento gay no código civil de Moçambique. Este facto torna vulnerável qualquer outro tipo de relacionamento afectivo entre pessoas que tenham outro laço afectivo diferente da relação heterossexual. Contudo, isto não impede a possibilidade de o seu filho ou filha estabelecer e manter uma relação afectiva sólida com uma parceira ou com um parceiro do mesmo sexo, através de rituais e cerimónias que podem possuir o cunho e o peso social dentro de um compromisso assumido e partilhado por amigos e familiares.

Se, por acaso, o meu filho decidir “sair do armário” não será vítima de discriminação, barreiras no emprego, agressões físicas ou ter problemas com a lei?

Uma resposta realista e reflectida coloca-nos a ideia de que, dependendo do tipo de ambiente social e laboral que o rodear, infelizmente existe a possibilidade de o seu filho e até os seus pais ainda viverem experiências negativas. Porém, manifestações perante homossexualidade já começam a mudar, ainda que com relativa lentidão, numa característica que tende a definir o próprio processo de mudanças sociais.

Levo ou não o meu filho a consultar o curandeiro, o psiquiatra ou o psicólogo?

Não operaria resultados favorecedores levar o seu filho a consultar um curandeiro, psiquiatra, psicólogo ou qualquer outro terapeuta na esperança de mudar a orientação sexual de seu filho. A homossexualidade não é uma doença para ser "curada".

Porquê me incomodo tanto com a homossexualidade do meu filho?

O desconforto sentido não só pelos pais, mas pela maioria das pessoas, com frequência, é sustentado pelo sentimento de homofobia que ainda existe na nossa sociedade e inspira as atitudes de rejeição dessas pessoas. Enquanto houver homofobia na nossa sociedade, o homossexual, o pai ou a mãe de um gay ou de uma lésbica continuarão a sentir algum medo, incerteza e preocupações bastante legítimos e reais.

Porquê o meu filho não me revelou antes?

Com frequência os pais interpretam o facto de o filho não ter revelado antes a sua homossexualidade como sinal de falta de confiança; de falta de amor. É por isso que se torna doloroso perceber que, embora seja pai ou mãe, não conhece o seu filho tão bem como era de esperar. Isso é verdade não só para este caso, mas para as relações entre pais e filhos no geral, quer sejam eles heterossexuais ou homossexuais. Ao tornarem-se crescidos, observa-se uma separação natural entre filhos e pais, fazendo com que eles exercitem o seu crescimento em forma de decisões pessoais que sinalizam formas cada vez maiores de autonomia.

Que consequências psicológicas afectam o homossexual que se submete à “cura”?

Muitos pais perguntam-se o que podem fazer para contrariar “isso”. E em atitude de desespero e de negociação unilateral, levam os seus filhos para as mais diversas situações de tratamento, contudo até agora ainda não foi provado o sucesso real vaticinado por alguns grupos religiosos que indicam a “cura” da homossexualidade.

Alguém que teve uma única experiência sexual com outra pessoa do mesmo sexo pode ser considerada homossexual?

O facto de uma pessoa ter tido uma experiência com alguém do mesmo sexo não a faz homossexual, pois a orientação sexual tem mais haver com os sentimentos e a atração que do que com as experiências.

Quem simpatiza ou apoia a causa dos homossexuais é igualmente homossexual?

Para simpatizar com a causa de uma minoria não é obrigatório que a pessoa faça parte do grupo minoritário, mas, sim, que tenha empatia, sentido de justiça e respeito pelo próximo.
Algumas pessoas sentem receio de associar-se a qualquer coisa que tenha a ver com a homossexualidade por temerem que os outros as identifiquem como homossexuais.


Saiba mais em 

Mitos-e-Factos(click na imagem para fazer download)

Há homossexuais homofóbicos?

Homossexuais no "armário" podem ser MUITO homofóbicos. A homofobia internalizada actua como um mecanismo de defesa.
Os indivíduos com homofobia internalizada, também conhecidos por enrustidos, vivem angustiados pelo medo de serem diferentes, apontados, ridicularizados, violentados ou rejeitados pelos pais e familiares. Estes fazem um grande esforço para encaixar-se nos padrões heteronormativos, e sentem-se bastante desconfortáveis na presença de outros homossexuais.

Homossexuais são pessoas religiosas ou espirituais?

Muitos homossexuais são pessoas religiosas e têm as suas crenças . Existem religiões e congregações abertas(1), as pessoas homossexuais como, por exemplo, os presbiterianos e os anglicanos (2). Existe igualmente um movimento de católicos e islâmicos progressistas que advogam pela integração de homossexuais nas congregações. Existem igualmente formas de manifestação espiritual indiferentes à orientação sexual como o budismo.


(1) não confundir a realização de casamento religioso.
(2) pelo mundo fora existem divisões em ambas as igrejas em relação ao assunto. Há umas mais progressistas e outras não. Ainda não sabemos qual é a posição dessas igrejas em Moçambique.


Saiba mais em 

Mitos-e-Factos(click na imagem para fazer download)

A homossexualidade é crime em Moçambique?

As relações sexuais entre pessoas adultas do mesmo sexo, no âmbito do espaço privado e em mútuo consentimento, não constituem crime no nosso país, pese embora a existência de artigos no código penal (de 1986, era colonial) que podem ser interpretados como criminalizando as práticas homossexuais. Porém esses artigos há muito que caíram em desuso.


Saiba mais em 

Mitos-e-Factos(click na imagem para fazer download)

É verdade que homossexuais não conseguem manter relacionamentos estáveis?

Todos os relacionamentos entre casais precisam de apoio social e de referências positivas para que se mantenham saudáveis e duradoiros, isto é, o relacionamento não é somente feito a dois, envolve familiares, amigos e todo um conjunto de coisas que "empurram" o casal a permanecer juntos.

Será que as mulheres lésbicas o são porque não encontraram o homem certo?

Mulheres lésbicas são muito felizes e sexualmente realizadas com as suas parceiras.
Este mito, muito difundido por homens heterossexuais, baseia-se na ignorância sobre a sexualidade e o corpo da mulher, bem como no medo que alguns deles têm de perderem a sua posição de poder, serem percebidos como descartáveis ou inúteis.
Os que advogam este mito esquecem-se que o relacionamento entre duas pessoas é muito mais do que sexo. Ele também o afecto, o desejo, enfim há também cumplicidade entre os parceiros.


Saiba mais em  Mitos e Factos sobre a Homossexualidade

Os homossexuais são por bens materiais?

Uma coisa é a orientação sexual e a identidade de género, outra é a actividade da venda do sexo.
Este mito baseia-se na ideia da não naturalidade do desejo, da atracção e do afecto entre pessoas do mesmo sexo e, portanto, que pelo menos um dos envolvidos na relação somente existe para obter bens materiais.
É verdade que existem entre os homossexuais e bissexuais pessoas que praticam o trabalho sexual assim como no resto da população em geral.
Os defensores deste mito têm o objectivo de deslegitimar as relações afectivas entre pessoas do mesmo sexo, resumindo-as somente a uma transacção comercial. Verdade seja dita, há mais trabalhadores de sexo heterossexuais que homossexuais.


Saiba mais em 

Mitos-e-Factos(click na imagem para fazer download)

Os homossexuais são um perigo para sobrevivência da humanidade?

A orientação sexual não suprime a possibilidade de reprodução, isto é, os homossexuais se o desejarem podem ter filhos recorrendo aos avanços tecnológicos da medicina. Por exemplo, entre casal de lésbicas uma pode conceber com ajuda de material genético doado, ou entre um casal de gays um pode doar o seu material genético.
Este mito é muito difundido por instituições sociais conservadoras no intuito de provocar pânico e sentimentos anti-homossexuais.
Ademais, somente 5% dos 6 bilhões de habitantes na terra são exclusivamente homossexuais, atendendo que a reprodução é exponencial – É só fazer a matemática.
Estudos recentes apontam que a natureza sempre mantém o balanço entre exclusivamente homossexuais e heterossexuais. A grande prova disso é que você está a ler este mito (verdade seja dita, muito idiota).


Saiba mais em 

Mitos-e-Factos(click na imagem para fazer download)

As práticas homossexuais são uma importação/imposição do ocidente?

O homoerotismo é uma expressão da sexualidade humana e independente da localização geográfica. Desde os primórdios da humanidade que os
Homens (homens e mulheres), seja por mero desejo, motivos religiosos, em rituais ou devido à ausência do sexo oposto, envolvem-se em actos homoeróticos ou assumem papéis de género do sexo oposto.

Os LGBT são imorais?

Ser LGBT tem a ver com a orientação sexual e a identidade de género do indivíduo; ser imoral é outra coisa bastante subjectiva e relativa, isto é, é um juízo de valor que fazemos sobre o comportamento de outrem baseados em valores que aprendemos a ser os mais correctos, mas que variam de grupo para grupo e de tempos em tempos.

Homossexuais só existem nas cidades?

A orientação sexual não tem nada a ver com o local onde se vive. Estudos apontam que em cada 10, pelo menos uma pessoa é homossexual. A maior visibilidade dos/das homossexuais nas cidades é resultado da maior aceitabilidade às diferenças, do anonimato e da liberdade que as cidades oferecem para que pessoas expressem a sua orientação sexual e identidade de género. Na verdade, estamos em todo o lado.


Saiba mais em 

Mitos-e-Factos(click na imagem para fazer download)

Transgéneros são Draag Queens/Draag Kings?

Draag Queens (La Biba e La Santa) são pessoas que se vestem com o objectivo de entreter ou dar espectáculo.
Os transgéneros têm uma ligação profunda com o género que é diferente da sua anatomia. Eles/elas não se vestem com o objectivo de atrair atenções ou animar uma festa, mas, sim, para reflectir aquilo que eles/elas são por dentro.


Saiba mais em 

Mitos-e-Factos(click na imagem para fazer download)

 

Os LGBT recrutam outras pessoas?

Nós LGBT, em especial entre os jovens, o isolamento e a sensação de desamparo pode provocar depressões e levar ao suicídio. O que os grupos LGBT fazem é proporcionar espaços e plataformas para que estes se expressem livremente e aceitem-se.
Este mito baseia-se na ideia de que a orientação sexual (o desejo sexual) pode ser ensinada e aprendida. Um dos mais hediondos aspectos deste mito é a acusação que os LGBT recrutam crianças para se tornarem LGBT. Esta mentira foi e é, em algumas partes do mundo, responsável pela interdição de professores LGBT às salas de aulas, violência, abuso e recusa de Direitos civis, económicos e políticos.


Saiba mais em 

Mitos-e-Factos(click na imagem para fazer download)

Porquê que Pessoas LGBT “fora do armário” fazem muito “show-off” ou gostam de aparecer?

A maioria dos LGBT simplesmente deseja a mesma liberdade de expressão do seu amor aos seu/sua namorada(a), parceiro(a), esposo(a) que os heterossexuais têm, por exemplo, andar de mãos dadas, fazer um carinho ao parceiro(a) ou beijar em público. Não se trata de nenhum demonstração política ou de pretender ser o centro das atenções, eles/elas querem somente ser elas/eles mesmo(a)s.


Saiba mais em 

Mitos-e-Factos(click na imagem para fazer download)

Homens gays são atraídos por todos os homens, mulheres lésbicas são atraídas por todas as mulheres?

Tal como os heterossexuais, os LGBT têm suas preferências no que tange à comida, ao modelo de carros, à roupa, ao desporto e no tipo de parceiros(as). Por causa dos estereótipos e do desconhecimento, algumas pessoas heterossexuais sentem-se desconfortáveis e até nervosas diante dos LGBT, e acham que estão a ser apreciadas. A solução para este desconforto é conhecer mais pessoas LGBT e procurar saber mais delas.


Saiba mais em 

Mitos-e-Factos(click na imagem para fazer download)

A homossexualidade é uma opção ou escolha?

A homossexualidade não é nem opção nem escolha. Optar ou escolher algo implica que o indivíduo tenha domínio dos desejos e impulsos. A orientação sexual é a parte da essência do indivíduo, isto é, faz parte do seu ser.
Dada a intolerância social relativa à homossexualidade seria bastante irracional se os indivíduos optassem/escolhessem em ser homossexuais – seria mais fácil ser heterossexual, pois ninguém gosta de ser estigmatizado, rejeitado pela família, violentado ou insultado.
A única opção ou escolha que os homossexuais fazem é se vão exercer ou não a sua sexualidade de forma aberta, e isso depende do meio e das condições em que encontram.


Saiba mais em 

Mitos-e-Factos(click na imagem para fazer download)

Homossexuais são violadores de crianças?

Ocorrem mais violações heterossexuais que homossexuais.
A orientação sexual é diferente da pedofilia (crime). Esta ideia errada, bastante difundida pelos sectores conservadores e de extrema-direita, tem o objectivo de estigmatizar, provocar repulsa popular e justificar a violência contra os homossexuais.
O pedófilo tanto pode ter atracção por crianças do mesmo sexo, como pelo sexo oposto, pois a fonte de atracção do pedófilo está neste a exercer o seu poder sobre uma criança.
Dados do registo do Gabinete de Atendimento da Mulher e Criança em Moçambique mostram que 99% dos casos de violações de menores são praticados por pessoas heterossexuais; pais, tios, vizinhos, parentes, pessoas bastante próximas da vítima.


Saiba mais em 

Mitos-e-Factos(click na imagem para fazer download)

Os homossexuais masculinos (gays) têm muito dinheiro?

Os homossexuais não têm mais ou menos dinheiro que a população em geral.
A percepção errada de que os gays têm muito dinheiro resulta de dois factores. O primeiro é que quem tem mais posses sente-se mais livre para assumir publicamente a sua homossexualidade derivado da sua segurança financeira. Segundo, sendo estas as pessoas mais visíveis na comunidade (pequena) criam a percepção que a homossexualidade está ligada à capacidade financeira.


Saiba mais em 

Mitos-e-Factos(click na imagem para fazer download)

Homossexuais masculinos são homens impotentes ou somente aqueles que sempre assumem o papel sexual de passivo?

Homens homossexuais são tão viris quanto os seus companheiros heterossexuais. A única diferença entre os dois grupos é que enquanto para o primeiro o objecto do desejo é o outro homem, para o segundo é a mulher. Dizer que ambos têm erecções e ejaculam.
Tanto o sujeito activo (o que penetra) como o passivo (o que é penetrado) são ambos homossexuais, embora por causa do estigma e de questões de masculinidade, muitos activos recusem-se assim ser chamados...mas isto é assunto para outro artigo.


Saiba mais em 

Mitos-e-Factos(click na imagem para fazer download)

A homossexualidade é natural?

A homossexualidade é tão natural quanto a heterossexualidade ou a bissexualidade, isto é, ela  é mais uma variante da complexidade da sexualidade.  Para além do Homem, existem mais de 1.500 espécies animais que têm práticas homossexuais.


Saiba mais em 

Mitos-e-Factos(click na imagem para fazer download)

Toda a mulher homossexual quer ser homem?

A grande maioria das homossexuais (mulheres lésbicas) gosta de ser e identifica-se como mulher. As mulheres que se identificam como homens e vivem como homens são chamadas de transgéneros.
Uma coisa é a orientação sexual (o desejo e a atracção) outra é a identidade de género (o ser e estar na sociedade) e dependem uma da outra.
NB: Os conceitos "ser homem" ou "ser mulher" variam no espaço e no tempo.


Saiba mais em 

Mitos-e-Factos(click na imagem para fazer download)

A homossexualidade é uma doença?

Organismos internacionais de saúde tais como a Organização Mundial de Saúde, a Associação Americana de Psicologia afirmam que a homossexualidade não constitui patologia ou distúrbio psicológico, e proíbe qualquer tentativa de alteração da orientação sexual nos indivíduos. Os  únicos suportes que os psicólogos devem dar aos homossexuais é na fortificação da sua auto-estima  nas estratégias para estes lidarem com o preconceito familiar e social.


Saiba mais em 

Mitos-e-Factos(click na imagem para fazer download)


Saiba mais em

GUIAO-DE-PAIS-cover

(click na imagem para fazer download)